Alimentação Featured

A difícil escolha da mamadeira ideal

Mamadeiras: qual é a ideal para o seu filho?

Mamadeiras: qual é a ideal para o seu filho?

Não sei o que é pior para mim: entrar numa loja de cosméticos para escolher um hidratante ou numa loja de artigos para bebês e escolher uma mamadeira. Quer dizer, pensando melhor, sei sim. Fico com a escolha do hidratante.

Que mãe (ao menos “recente”) nunca passou por isso? São inúmeras opções no mercado, isso para falar só do mercado brasileiro – quem tem a oportunidade de viajar para o exterior enlouquece com tantos modelos! O pediatra indica uma marca, o dentista indica outra, seu bebê não se adapta a nenhuma delas e você tem que fechar os olhos e escolher qualquer outra.

Pois foi exatamente isso que aconteceu quando minha primeira filha nasceu. Logo precisei acrescentar a mamadeira em sua rotina de alimentação, mesmo sendo criticada por todos os lados (assunto para outra conversa). Como eu não tinha leite suficiente para saciar sua fome, lá fui eu atrás da tal da mamadeira.

Mamadeiras da MAM

Mamadeiras da MAM

Pediatra indicava MAM, dentista indicava Avent, ambas estupidamente caras, pelo menos na época. Comprei uma Avent, mas ela não se adaptou. Não tive coragem de fazer a tentativa com a MAM – imagina gastar um dinheirão na bendita e a pequenina também não se adaptar?. Optei por uma NUK, pouca coisa mais barata, mas que foi justa para nossa bebê.

Vidro no lugar de plástico

Particularmente eu não gosto de plástico, adoro vidro e fiquei muito tentada em comprar mamadeiras desse tipo na época. Porém, estabanada como sou, as mamadeiras não passariam da primeira semana em minhas mãos. Imaginem acordar às 3 horas da madrugada para preparar uma mamadeira ou, depois de uma noite mal dormida, levantar às 6 horas da manhã para preparar o leite para seu filho. Quantas vezes não derrubei mamadeira no chão. Fora que você segura o bebê, a chupeta, a mamadeira, a bolsa, a chave do carro, o casaco e o que vai para o chão? Lógico, a mamadeira…

Mamadeiras de vidro

Mamadeiras de vidro

Ecologicamente correta, segura para a saúde da criança, a mamadeira de vidro seria perfeita se fosse à prova de quedas. No entanto, tive que me contentar com as de plástico mesmo, mas sempre atenta ao “BPA Free” e ao bico ortodôntico.

Quanto ao bico, ainda tenho minhas dúvidas se faz tanta diferença assim. Ninguém ainda me convenceu que uma faz menos mal que a outra. Mas, quanto ao plástico BPA Free, isso sim me deixou em alerta. Para quem não sabe, o BPA é um composto usado na produção de plásticos e resinas, também chamado por Bisfenol-A, e que possui substâncias nocivas à saúde.

Veja também: Como preparar alimentos saudáveis para seus filhos

Mamadeiras da Avent

Mamadeiras da Avent

O legal foi ler que a partir de 2012 foi proibido fabricar mamadeiras com este composto. Então, mamães, não precisam mais se preocupar em procurar o rótulo: “BPA Free” nas mamadeiras (coisa que eu tive que fazer quando comprei mamadeiras para minhas duas pequenas).

Hoje em dia as opções são as mais diversas possíveis – ainda muito caras – mas a preocupação básica é com a adaptação do bebê.

Mamadeiras da Nuk

Mamadeiras da Nuk

Sobre o autor

Renata Meier

Formada em Letras, é atualmente secretária do vice-presidente de uma multinacional do setor do TI. Apesar da carreira, sempre teve em mente o objetivo de criar seus filhos de perto, vivenciando ao máximo cada momento deles.

Deixe um comentário

Secured By miniOrange