5 marcas que poderiam chegar ao Brasil

Confira algumas marcas que são vendidas na Inglaterra e em algumas partes do mundo que nos chamaram a atenção por aqui
Marcas que um dia poderiam ir (ou voltar) para o Brasil

Como já comentamos no blog, viver no exterior envolve ganhos e perdas. Não dá para achar que é possível simular o mesmo tipo de vida que tínhamos e essa inclusive não pode ser uma meta para quem resolve mudar de país. E a razão é que “levar o Brasil na mala” só piora as coisas à medida que não nos desprendemos de velhos costumes, entre eles o de consumir as mesmas marcas e produtos. É saudável abrir a mente e nesse aspecto a Inglaterra é um prato cheio para novidades ou muitas vezes “descobrir” alguns produtos tradicionais.

Certamente, existem centenas senão milhares de produtos, mas resolvi listar cinco que conheci ou tomei gosto nesse ano e meio vivendo em Londres. Confira minha pequena seleção de marcas que acho que valeria a pena (re)descobrir:

Irregular Choice

Para quem ama sapatos, principalmente os bem diferentes, assim como acessórios, é um prato cheio. A colorida e divertida marca nasceu no final dos anos 90 e pode ser encontrada apenas na Inglaterra e na Austrália. Embora pareça ser uma marca voltada para crianças e o público feminino há também itens para homens. Vale a pena dar uma olhada no site e se estiver disposto comprar online – a loja diz que entrega no mundo todo. Se visitar Londres um dia, recomendo conhecer a loja em Carnaby Street, um cantinho histórico da cidade.

Irregular Choice

Accessorize

A querida marca inglesa de bolsas, acessórios e até roupas não aguentou a economia brasileira e fechou as portas no país em 2016, uma pena. Começou em 1973 como Monsoon levando a cultura hippie da Itália para Londres e em 84 surgiu a Accessorize. A marca é conhecida por seu trabalho junto à comunidade carente de países pobres e a preocupação ambiental e pode ser encontrada na Europa e nos Estados Unidos. Revê-la por aqui foi uma grata surpresa por achá-la uma ótima opção para encontrar itens do dia a dia.

Gianni Conti

Centenária marca italiana, a Gianni Conti tem bolsas lindíssimas, mas está somente na Europa, infelizmente. Apesar de utilizar couro em quase todos os produtos, tenho que admitir que são mesmo “molto bello”. Na Inglaterra, há uma boa quantidade de lojas, curiosamente mais nas proximidades de Londres do que na própria cidade.

Flying Tiger Copenhagen

A Flying Tiger Copenhagen é uma perdição para quem gosta de quinquilharias. A marca é dinamarquesa lembra uma daquelas lojas de preço único que viraram moda anos atrás, mas em vez disso oferece uma infinidade de apetrechos, de coisas úteis a apenas curiosas. Ela se espalhou pela Europa, Estados Unidos e Ásia e onde você encontra enfeites para a casa, bambolês, jogos com blocos de madeira, guarda-chuvas, copos, produtos de papelaria, tudo com design diferente e muito colorido. O layout da loja é o do tipo “corredor”, em que você percorre tudo em zigue-zague até chegar ao caixa.

Twinings

Sim, sim, eu sei, alguns chás da marca são vendidos no Brasil, mas a loja da Twinings é uma perdição para quem gosta da bebida. Bules, xícaras, coadores, infusores, caixas, além, é claro, de centenas de tipos de chás. No século XVIII o jovem Thomas Twining, depois de aprender a respeito dos mistérios do chá com os indianos, começou a desbancar os cafés em Londres pela sua loja de chá e aí começa a viagem da marca.

Twinings

Caso viaje para algum lugar que tenha uma ou mais dessas marcas, vale a pena conferir. Nem que for para entrar na loja e só apreciar.

Renata Meier

Formada em Letras, é atualmente assistente executiva. Apesar da carreira, sempre teve em mente o objetivo de criar seus filhos de perto, vivenciando ao máximo cada momento deles.

You may also like...