Ibi, o tênis vegano brasileiro que pode conquistar o mundo

País ainda tem poucos produtos globais, mas não faltam bons candidatos a seguir o caminho das sandálias Havaianas
O calçado vegano Ibi: produto brasileiro

Para matar a saudade do nosso país de origem, uma das saídas é tentar reproduzir aqui algumas coisas que trazem consigo o gostinho de casa. Na culinária, por exemplo, já nos aventuramos a fazer massa de pastel de feira (que com uma máquina de macarrão e uma receita legal conseguimos quase copiar),  esfiha e até feijoada que, com alguma “licença poética”, até que pareceu bastante com a brasileira.

Já no vestuário, a situação é até menos complicada afinal certos produtos nacionais ganharam o mundo, felizmente. O mais famoso deles, claro, são as Havaianas (que vendia os chinelinhos estilosos na loja em que trabalhei), embora os preços sejam impossíveis se comparados aos do Brasil. Também dá para encontrar por aqui a Melissa, que marcou minha infância e continuo curtindo até hoje.

A surpresa, no entanto, foi ler várias avaliações a respeito de um produto que tem ganhado espaço mundo afora em lugares como os EUA e China, mas que ainda não chegou ao Reino Unido, a marca de tênis Cariuma.

Ela foi criada no Rio de Janeiro por ex-executivos de grandes corporações do ramo de calçados que, preocupados com o meio ambiente, repensaram a produção para ter o menor impacto possível. A preocupação surge na hora de adquirir as matérias primas como o algodão, que é adquirido de fazendas que reduzem consumo de água, cuidam para que o solo seja saudável e garantem boas condições de trabalho aos empregados) e a borracha, que é cuidadosamente extraída para que as árvores não sejam danificadas, segundo a empresa.

Loja da Havaianas em Londres: imagem positiva do Brasil (Ascana Retail Europe)

Embora alguns modelos ainda usem couro, há também um calçado vegano, o Ibi, feito com bambu, EVA de cana-de-açúcar, cortiça e plástico reciclável. As avaliações pelo mundo são positivas: tênis confortável, leve e, o melhor, com um impacto menor em no nosso planeta.

Infelizmente, os valores ainda são salgados. No Brasil, o modelo mais barato gira em torno de R$ 319, já nos Estados Unidos, ele sai por US$ 79. Para receber o Ibi no Reino Unido, por enquanto teria que desembolsar US$ 110 (um pouco mais de R$ 630), mas a gente torce para que a marca desembarque em outros países e contribua para levar uma imagem bacana do Brasil. Coisa que ultimamente tem sido complicada.

Renata Meier

Formada em Letras, é atualmente assistente executiva. Apesar da carreira, sempre teve em mente o objetivo de criar seus filhos de perto, vivenciando ao máximo cada momento deles.

You may also like...