Alimentação

10 alimentos saudáveis e fáceis para seu filho pequeno comer

Com um pouco de criatividade e praticidade, dá para tornar alimentos saudáveis mais atraentes

Com um pouco de criatividade e praticidade, dá para tornar alimentos saudáveis mais atraentes

Depois de um período de descoberta, em que todos os alimentos parecem interessantes, nossos filhos entram na fase da ‘preguiça alimentar’. Nada parece saboroso, exceto guloseimas como bolachas e salgadinhos. Mas dá para tentar reverter essa situação com alguns alimentos saudáveis, desde que eles estejam mais ‘acessíveis’ e, por que não, atraentes. Separei aqui dez deles (e suas variações) que podem virar uma espécie de tira-gosto infantil. Com nossa filha mais velha, a maior parte funcionou – a menor ainda está numa fase ‘atire primeiro, depois pergunte’: abre a boca para qualquer coisa que oferecemos…

1 – Bananas fatiadas

Por mais que a banana seja uma das frutas mais fáceis de comer, há criança que não vê graça em descascá-la. Nesse caso, que tal fatiá-la num pratinho, com direito a um garfinho de plástico?

2 – Gominhos de mexerica

Outra fruta fácil de ingerir, mas que pode ficar mais atraente descascada e separada em gomos. Para crianças menores, podemos cortar cada gomo em dois ou três. Docinha, cheia de vitamina C e fonte de fibra. Quer coisa melhor?

3 – Uva sem semente

Que invenção a uva sem semente! Sou suspeito porque virei fã a ponto de comer minha cota todos os dias, não sem antes compartilhá-la com minha filha menor. Hoje temos duas mais conhecidas, a Thompson, verde, e a Crimson, roxa. Prefiro essa última, mais doce. Basta cortar no meio, colocar num potinho ao lado dos brinquedos e logo não vai sobrar nada ali.

4 – Pêssegos fatiados

Mais consistentes, frutas como o pêssego, maçã ou pêra também são uma boa saída para nossas crianças. Não desmancham, então fazem pouca sujeira. Mas a atração por elas não é das maiores, então aqui vale um incentivo extra.

5 – Cenouras em palito

Funcionou bastante com nossa filha mais velha. Bastava cortar palitos de cenoura para que ela comesse o legume com facilidade. Também fizemos muitos pepinos japoneses dessa forma e até eu entrei na dança.

6 – Queijo branco em cubos

Lá em casa, vira-e-mexe, sou convocado a produzir ‘estrelas’, ‘luas’ e outras formas usando como material fatias de queijo branco…haja paciência! Mas funciona em cubinhos também.

7 – Tomate cereja

Se seu filho já pode, está aí o tomate mais fácil de gostar. Docinho, sem acidez e pequeno, pode ser combinado com uma saladinha e pronto. Costumamos adicionar um fio de mel juntamente com azeite e sal. Funciona que é uma beleza.

8 – Macarrão infantil

Nem precisa ter carinha de personagem de desenho, basta ter um tamanho menor para facilitar a refeição das crianças. A Barilla tem até uma linha de massas para crianças com variações de fusili, farfale e penne. Costumamos servir com molhos mais leves acompanhado de brócolis, por exemplo. Não há quem resista, até os adultos.

9 – Brocólis

Embora ainda seja fã do brócolis comum, não há como negar que o tipo japonês – ou ninja – é ideal para os pequenos. Em casa, às vezes, cozinho sempre uma quantidade extra para a massa porque as duas fazem uma ‘boquinha’ apenas com ‘galhinhos’ levemente salgados.

10 – Combine dois ou mais em espetinhos

Essa dica veio de uma colega, que montava espetinhos para sua filha a fim de quebrar a rejeição a alguns desses alimentos. Já montei espetinho mesclando queijo branco, pepino, tomate cereja e um pedacinho de pão de forma tostado e cortado em cubos. Praticamente um happy-hour infantil!

Sobre o autor

Ricardo Meier

Jornalista do setor automotivo há 13 anos, tenta ajudar no que pode no dia a dia dos filhos, apesar de já ter até derretido mamadeira esquecida na panela.

Deixe um comentário

Secured By miniOrange